15 49,0138 8,38624 1 0 4000 1 https://blog.nitronews.com.br 300 true

Landing Page X Site: descubra qual é a melhor opção para a sua empresa

Landing page e site são dois conceitos diferentes, apesar de muitas pessoas entenderem que se trata da mesma coisa. Os dois são essenciais dentro de uma estratégia de marketing sólida, afinal, têm funções muito importantes no processo.

Seja apresentando sua marca ou convertendo vendas, os dois portais precisam estar presentes dentro da sua estratégia. Contando com papéis diferentes, eles são indispensáveis no planejamento da sua atuação digital.

Porém, em muitos casos, só é necessário escolher entre um deles, e justamente por isso nós estamos aqui. Para entender o que é melhor para a sua empresa, vamos apresentar a definição dos dois conceitos, além de pontos importantes a serem entendidos.

Agora, para entender qual é a diferença entre site e landing page, além de conferir o que é melhor para a sua empresa, não deixe de ler o artigo que preparamos!

Entenda melhor o que é um site

Para entender o que é melhor entre landing page e site, vamos primeiro, definir o que é um site, para ficar mais fácil de entender como ele pode ajudar a sua empresa. Os sites nada mais são do que portais na internet, onde é possível saber mais sobre uma empresa.

Ele conta com uma série de informações essenciais para que os seus clientes consigam conhecer melhor o seu serviço. Ele informa o seu público sobre a sua atuação, como você faz o trabalho, entre outros dados essenciais.

O grande objetivo desse portal é fazer uma apresentação da sua empresa em um endereço fixo dentro da internet. Por meio dele, é possível que a sua marca seja encontrada por terceiros ao fazerem uma busca no Google, por exemplo.

Por isso, podemos dizer que ele é extremamente importante para garantir o bom andamento do seu negócio. Apesar de ser simples, algumas informações sobre os sites precisam ser entendidas.Esse tipo de plataforma, tradicionalmente, conta com menus, para facilitar com que os seus clientes encontrem as informações desejadas. A seguir, vamos apresentar as categorias mais comuns de serem encontradas dentro de um portal do tipo.

Produtos

Uma aba muito comum de encontrarmos em sites é a voltada para os produtos. Por meio deles, caso a sua loja venda algo, é possível fazer a linkagem com as páginas correspondentes para que você consiga finalizar as vendas.

Os produtos, em geral, só contam com uma única palavra, indicando a que categoria ele pertence. Em sites de materiais esportivos, por exemplo, no caso de produtos, é possível encontrar alternativas como “tênis”, “bolas”, “camisas”, entre outros.

Ou seja, esse menu só serve para direcionar o seu cliente para uma página onde a venda será, de fato, finalizada. O papel do site, como dissemos, é mais voltado para apresentar a sua empresa, e não necessariamente para fazer a conversão de vendas.

Serviços

No entanto, a sua empresa, em muitos casos, pode trabalhar com serviços e não vendas. Quem faz a gestão de email marketing de uma empresa, por exemplo, presta esse serviço, algo que não pode ser caracterizado como um produto.

Contudo, é muito parecido com o menu de produtos, e funciona da mesma maneira. Uma agência de marketing, por exemplo, pode elencar diversos serviços adicionando apenas os seus nomes, como “email marketing”, “landing pages”, “controle de redes sociais”.

No mais, os dois tópicos citados até aqui contam com a mesma função, mas abarcam práticas que são diferentes. No fim, são apenas dois menus diferentes que fazem parte de um projeto muito maior, que chamamos de sites.

Contato

O site também é o responsável por disponibilizar uma página para promover o contato direto entre você e o seu cliente. Seja com um pequeno botão fazendo a linkagem com o WhatsApp ou não, esse menu precisa estar presente em seu portal.

Isso porque facilita com que possíveis problemas que aconteceram com seus produtos ou serviços possam ser resolvidos. Ou seja, interfere diretamente no seu prestígio no mercado, e, consequentemente, faz desse menu tão importante.

É interessante adicionar, além do número de telefone, um email para contato, além dos links para seus perfis nas redes sociais. Além disso, se possível, também disponibilize um formulário para ser preenchido com o problema a ser resolvido.

Clientes

Se você pretende se portar como uma autoridade no mercado, é preciso mostrar que a sua marca consegue bons clientes. Ao ver que seu público não é pequeno, e que conta com outras empresas poderosas, a sua credibilidade aumenta.

Por isso, é muito importante que um site conte com a aba de clientes para que possam visualizar quem são os seus parceiros. Isso facilita com que um possível novo cliente consiga enxergar como é o seu trabalho na prática.

Não é necessário detalhar qual foi a sua atuação com o cliente citado, apresentando números e outras estatísticas. No entanto, é sempre bom citar o seu serviço de maneira resumida, para que novas marcas consigam entender o seu trabalho.

Cases

Os cases são ainda mais importantes para outras marcas conseguirem entender a sua atuação do que a aba de clientes. Isso porque, os cases são, de forma detalhada, um resumo da sua atuação com cada cliente que você já teve.

Se a sua empresa trabalhar melhorando o número de visualizações das redes sociais de um outro cliente, é preciso apresentar isso. Detalhe os números, mostre o antes e o depois, e demonstre que a sua marca é boa no que se propõe a fazer.

Os cases são muito importantes para, como dissemos, transmitir credibilidade para a sua empresa dentro do mercado. Ao notar que você tem cases de sucesso, o cliente se sente mais confiante em fechar contrato com o seu empreendimento.

No mais, a aba de cases é mais presente em empresas que prestam serviços, porém, com vendas, também é interessante mostrar o progresso dos seus clientes usando os seus produtos. Dá para se explorar várias possibilidades quando falamos desse menu.

Blogs

Por fim, o último menu mais comum de ser encontrado dentro de um site é a aba de blog, essencial no momento atual. Isso porque, no cenário em que nos encontramos, produzir conteúdo para a internet passou a ser uma necessidade, e não uma escolha.

Seu público faz uma pesquisa na internet antes de tomar qualquer tipo de decisão de compra. Por isso, é muito importante que ele tenha contato com o seu material antes das outras marcas, para que você tenha mais credibilidade com ele.

E justamente nesse momento que os blogs entram em ação, pois neles estão presentes textos informativos, para ajudar o seu cliente. Por mais que não se converta em uma venda naquele momento, no futuro, a sua empresa será lembrada antes da concorrência.

Os blogs são indispensáveis em qualquer estratégia de Inbound Marketing, pois aumentam o número de vendas consideravelmente. O conteúdo pode não parecer importante, porém, serve para atrair mais público, o que aumenta o seu alcance.

Porém, para que isso aconteça de forma efetiva, é preciso conhecer técnicas de SEO e contar com atuação sólida na internet. Um projeto do tipo, quando bem estruturado, pode mudar totalmente o patamar da sua empresa dentro do cenário digital em que nos encontramos.

E o que seriam as Landing Pages?

Agora que já conhecemos o que é site, podemos falar sobre a landing page, conceito, muitas vezes, confundindo com o anterior. No entanto, conta com função diferente, já que é mais voltado para converter os leads em vendas efetivas.

Às vezes, o objetivo não chega nem mesmo a ser o de uma venda, mas apenas o de chamar o seu público para a ação. Baixar um e-book por meio de uma página é um excelente exemplo de landing page que não é focado em vendas.

No geral, eles apresentam uma oferta de valor para o seu público, com o objetivo de fechar uma venda ou conseguir uma informação importante. O endereço de email, ou ainda outras informações sobre o uso da internet por parte do seu cliente podem ser solicitados.

As landing pages variam de acordo com o estágio de venda que o seu cliente se encontra, já que, como dissemos, pode ser tanto uma página de vendas, quanto um formulário para baixar um e-book. No mais, assim como no caso do site, também é dividido em categorias.

No entanto, tem um layout muito mais simples, afinal, não tem a intenção de informar o cliente, como é o caso do site. Essa, inclusive, é a grande diferença entre os dois conceitos, que não são a mesma coisa. No mais, confira, a seguir, como se constitui uma landing page.

Título

Como o próprio nome sugere, o título é apenas o nome dado ao produto ou serviço que estará presente na landing page. Ele deve ser de simples entendimento, afinal, dessa forma, é possível garantir que nenhum mal entendido aconteça com o seu cliente.

O título deve resumir o seu produto em poucas palavras, e deve ajudar a sua empresa a convencer o cliente de finalizar a sua compra. Por isso, não pode ser tão simplista, afinal, também conta com a função de convencimento, e por essa razão, não deixe de caprichar.

Formulário

O formulário é o momento de conseguir as informações desejadas do seu cliente. Caso o preço por um e-book seja disponibilizar o email, essa é a hora de solicitar que ele seja dado, para que o material que você comercializa seja disponibilizado.

O formulário, quando o intuito for conseguir informações, não precisa ser tão extenso como em outras situações. Isso porque, isso acabaria deixando o seu cliente desmotivado de finalizar a compra, afinal, muitos processos seriam necessários.

Porém, a situação é diferente quando estamos falando de finalizar uma venda, por exemplo. Isso porque, será preciso solicitar número de telefone, dados de pagamento, dados pessoais, entre outras informações essenciais.

No mais, o interessante aqui é que o formulário seja o mais prático para o seu cliente, pois somente assim a venda será finalizada. Em processos muito trabalhosos, é bem possível que ele desista antes que o processo tenha um fim.

CTA

O Call to Action, também chamado de CTA, é um chamado para a ação que você faz para que o seu cliente finalize a operação. Um botão que disponibilize essa opção para o seu cliente precisa estar disponível em uma landing page.

O CTA pode ser um simples “compre agora” ou ainda um chamado para que o download de um material aconteça. É essencial que ele esteja presente na página, pois somente assim o seu público vai conseguir finalizar a operação.

O CTA pode aparecer de diferentes formas em sua landing page, pois vai depender das preferências da sua empresa. Não existe uma fórmula mágica para ser feito, porém, é sempre interessante buscar por referências dentro do mercado.

No mais, essas são as informações mais importantes sobre landing pages e sites. No próximo tópico, vamos falar sobre qual é a melhor opção para a sua empresa, e como cada um pode ajudar o seu negócio da sua própria maneira.

E qual das alternativas seria melhor para a sua empresa?

Como podemos ver até aqui, landing pages e sites são coisas diferentes, pois contam com objetivos distintos. Cada um conta com sua importância dentro de uma estratégia de marketing, e um não pode ser substituído pelo outro.

E por esse motivo, seria impossível dizer qual seria a melhor opção para a sua empresa, afinal, eles não são conceitos substituíveis. Porém, é claro, você pode analisar as suas prioridades e investir esforços no que for o seu objetivo no momento.

Se você pretende consolidar a sua marca na internet, com conteúdo, para conseguir mais relevância no ambiente digital, o site deve ser sua prioridade. No entanto, se o foco é na conversão de leads, a landing page é muito mais interessante para o seu negócio.

Contudo, o melhor seria que você unisse o melhor dos dois e fizesse com que eles funcionassem de maneira harmônica. Linkagens de um site para um landing page, por exemplo, é uma boa maneira de garantir com que a sua atuação online melhore.

No mais, nosso artigo fica por aqui, e esperamos que tenha entendido a diferença entre landing page e site, além de entender como cada um pode ajudar a sua empresa. Boa sorte!

Post anterior
8 tecnologias que estão fazendo a diferença em 2022
Persona, conhecendo seu cliente ideal
Próximo post
Persona: Conhecendo o cliente ideal

0 Comentário

    Deixe uma resposta

    Aprenda sobre marketing digital!

    Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

    Email cadastrado com sucesso!